POLLUTEC - 2011


ARIA Technologies participará da POLLUTEC 2011 com uma conferência sobre um produto recentemente desenvolvido: ARIA City. A seguir é apresentado um resumo das informações relevantes que serão tratadas no evento.


ARIA City: Software de Cálculo da dispersão atmosférica em 3D, desenvolvido no ArcGIS, para a cidade de Paris


Richard NGO, Christophe OLRY, Didier BUTY, Jérome CARRERE (ARIA Technologies SA) Melanie Trope, Danielle Bellivier (Mairie de Paris)


Os responsáveis pela área do Meio Ambiente das grandes cidades devem solucionar problemas de dispersão atmosférica particularmente complexos devido a diversidade da paisagem urbana e das emissões ligados ao tráfego. Estudos de planejamento, de implementação ou de modificação das rodovias de alta densidade de tráfego, de saída de túneis, de pontos de saída de sistemas de ventilação (estacionamentos, metro,...), de limitação do tráfego nas vias existentes, (...), são alguns exemplos de problemas que frequentemente surgem. Em resposta, as autoridades podem recorrer a uma representação numérica em 3D do meio urbano (rua, topografia, representação 3D das edificações), que permite uma consideração realista dos efeitos dos obstáculos. Para realizar isso, o conjunto dos dados urbanos são geralmente agrupados por cidade em um Sistema de Informação Geográfica (SIG). O produto ArcGIS Desktop, da sociedade ESRI, é um dos produtos mais comuns utilizados para grandes cidades.

O software ARIA City foi implementado pelo Serviço de Ecologia Urbana da cidade de Paris. Este programa completo permite aderir completamente aos padrões de armazenamento de dados e as ferramentas gráficas propostas por ArcGIS, estabelecendo uma ligação direta e simplificada com os modelos de cálculo de impacto de emissões atmosféricas. O pacote do programa coordena então a entrada e a escolha dentro do programa:

- Dados geográficos relativos ao local de estudo: topografia, ocupação do solo, edificações, localização das estações meteorológicas presentes e etc...

- Elementos básicos do problema: domínio de estudo, escolha de desenvolvimento ou de intervenção, fluxo de veículos emissores (veículos leves, pesados, de duas rodas e/ou comerciais leves), outras fontes de emissão (industriais ou domésticas).

- Cálculo da emissão a partir dos dados de fluxo de veículos e das características da frota: utilização do modelo TREFIC.

- Modelo de cálculo considerado: modelo Gaussiano (ARIA Impact, modelo Lagrangeano de partículas MSS, modelo de mecânica dos fluidos completo code_SATURNE).

- Resultados e gráficos esperados: média anual, percentil regulamentar, simulação diurna, comparação de cenários, estudo de casos agravantes (situação meteorológica 2F).

Os resultados são posteriormente gerenciados por uma combinação dos softwares de visualização 3D avançados (EWB, PARAVIEW), exportados para o Google Earth, ou gerenciados no ambiente familiar do SIG ArcGIS, que permite o arquivamento ao mesmo tempo dos esquemas e dos elementos de preparação do projeto de estudo. ARIA City se apresenta então como um "instrumento de controle em estudos de dispersão atmosférica urbana", totalmente integrado ao ambiente de trabalho ArcGIS.



voltar para o topo